Descanso em Ti

timthumb

Soube através de alguns amigos da blogosfera cristã que hoje tem blogagem coletiva de Natal.

Não posso dizer que sou “cristã” no sentido que estes amigos são. Não faço parte de nenhuma congregação e nunca me converti, sou uma livre-pensadora. Mas fui batizada, fiz primeira comunhão, casei e batizei meus filhos, tudo dentro do cristianismo católico, que só freqüentei nos tempos de missas bilíngues da escola Junshin, onde meus filhos estudavam. Acho importante deixar clara minha relação com o cristianismo para não parecer falsa – o que, efetivamente, quem me conhece sabe que não sou.

Meus ancestrais vieram de países e crenças diversas – protestantes do lado alemão, católicos do lado português, budistas do lado japonês – e meus pais fizeram uma busca por 25 anos que trouxe para nosso lar vários dogmas, discutidos com veemência por mim e meus irmãos desde a mais tenra infância e que fizeram de nós livres-pensadores de muita fé, o que aos olhos de uns é uma qualidade, de outros um defeito. Há dez anos meus pais são evangélicos e minha mãe visivelmente se encaminha para ser pastora quando se aposentar do Direito, pois já terminou a faculdade de teologia e é uma das líderes da Igreja Filadélfia, no bairro do Cabral, em Curitiba.

Os dogmas cristãos do novo protestantismo brasileiro, que à primeira vista me pareceram muito fechados e sufocantes, têm se mostrado libertadores para mim à medida em que, através do convívio com minha mãe e sua amiga pastora Ivanilde Coutinho, encontro eco deles em meu ser.

Descanso em Ti, lembro-me de ter lido algo assim. Creio que a fé verdadeira, a que nos traz paz de espírito e tranqüilidade para confiar no Pai, seja exatamente isto.

nadamefaltara900x900_636105023720649750

Aprendi o verdadeiro sentido desta frase com um livro que minha mãe me mandou de presente há dez anos. Ela acabara de se converter e desejava tentar me mostrar sua nova fé. O livro se chama Nada me faltará, de Philip Keller, e trata do famoso Salmo 23 à luz das experiências de um pastor de ovelhas, explicando as metáforas utilizadas pelo salmista para os que, como eu, não entendem nada do cuidado com ovelhas. Neste singelo livro eu descobri que minha atitude diante de Deus sempre foi de uma dócil ovelha do seu rebanho e percebi que esta imagem de mim mesma me satisfaz plenamente no sentido da fé que eu creio ser correta. Se há algo cristão que eu poderia deixar como mensagem nesta blogagem é dizer que é possível ser uma ovelha deste rebanho sem perder seu livre-arbítrio.

[update] Como sempre faço, seguem os participantes da blogagem coletiva:

Anúncios

6 comentários

  1. Bonito e sincero texto. Achei muito legal seu blog, também estou participando da post coletivo e eu gosto do Natal pelas diversas reflexões que ele nos leva. Tomara que isso não fique só na nossa mente mas que possamos tornar tudo o que estamos aprendendo em vivencia real.

    você é muito amada por Deus, pode ter certeza!

    Curtir

  2. ohhh, minha queridaaa!!
    Sabe qtos anos eu não sigo a nenhuma igreja??
    Sabe qtos anos questionei posturas de alguns cristãos no qual para mim se contradizia com todos os ensinamentos ditos Cristãos??
    Sabe, minha querida… buscar a verdade é muito dificil.. ainda mais qdo ela é intangível e intocavel. Explicar uma prova de amor muitas vezes é impossível e é esse amor que me refiro Cristã. Não pq me denomino evangélica, protestante.. católica… pq para mim isso são denominações que o homem cria para se criar mais regras e assim fazer com que todos a sigam… Mas eu diferentemente da normalidade, não sirvo e nem sigo a nenhuma igreja e sim a Luz que meu Deus me iluminou. Qto mais vejo o exemplo de Jesus aqui entre nós.. é Nele que quero me esmerar e não nos homens que incistentemente nos afundam na nossa própria crença.
    Qdo falo contigo minha querida… sinto em ti uma luz única, em poucas palavras vc testemunhou para comigo os mesmos passos no qual eu sigo… que incrivelmente são os passos que Jesus fez enquanto esteve conosco. Sua liberdade de expressão, questionamento e pensadora, faz com que eu acredite mais em mais no que eu venho brigando… Tanto que a comunidade da Blogosfera Cristã tem apresentado blogueiros de uma linha incrivelmente livre! Como o próprio livre-arbítrio nos condúz! E graças ao nosso Deus por ter nos dado essa liberdade imensa de seguir os nossos próprios passos, questionamentos e livre pensamento!
    Que seus blogs, tenham sempre essa liberdade que eu mais amo! Que com sua mensagem desprovidada de preconceitos e preceitos fale ao máximo de pessoas possíveis! Eu acredito na sua Luz, minha amiga… E pelo visto… a sua mãe também!!
    Feliz Natal e Aquele ano novo esperado!

    Curtir

  3. escolhi alguns dos links que foram postados com a blogagem coletiva, e logo no primeiro que parei pra ler, me deparei com sua explanação sincera e cheia da presença de Deus! Parece algo singelo e simples o que vc descreveu da sua vida com Deus, mas eu vi algo muito profundo em sua historia!
    obrigada por partilhar da sua historia aqui…
    Felzi Natal! e um beijo!

    Curtir

  4. Acho que a fé nos ajuda a atravessar muitas tempestades. Mas é preciso cultivá-la e não a deixar vacilar com os percalços da vida. Esta frase “Descanso em Ti” é o caminho, pois na verdade não devemos questionar muito, às vezes precisamos aceitar certas coisas como elas são, mas sempre mantendo o livre arbítrio. Realmente, é um equilíbrio difícil de atingir, invejo os que o conseguem.
    Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s